Translate

sábado, 28 de fevereiro de 2009



O Corredor da Vida.
J. Norinaldo

O corredor da vida tem vários sentidos,
O corredor da morte um sentido só.
Os dois corredores são bem distinguidos,
O corredor da vida corre pra viver,
No corredor da morte está quem vai morrer.
São tão diferentes, porém os destinos são bem parecidos.

O corredor da vida corre sempre pra chegar à frente,
No outro corredor já esta corrida é bem diferente.
Quem está correndo bem que gostaria de correr pra trás,
Não querendo nunca alcançar a quem estiver na frente,
Se possível não cruzar nunca a linha de chegada,
Pois nessa corrida quem ganha perde e sem novamente.

Um corredor é estreito escuro e coberto,
O outro é aberto amplo e sem portões.
Nenhum homem nasceu no corredor estreito,
Nem com o corpo feito para usar grilhões,
A escolha dos corredores às vezes depende da sorte
Mas o destino final de todos é um dia o corredor da morte.

1 comentário:

S. L. Lima disse...

Sim, está certo. Embora ninguém o queira admitir, o facto é que somos mortais e é esse o destino que nos aguarda.
ssim sendo, vivamos cada dia como se fosse o último, e ao morrer, que possamos arrancar uma lágrima às flores que nos depositam sobre a terra.
meu querido, você é um magnifico autor. não desista.