Translate

segunda-feira, 2 de maio de 2011


Terror e Morte.

J. Norinaldo.

Presidente Barak Obama, anuncia a morte de Osama, que agora repousa para sempre na lama no fundo do mar, será?

Há poucos dias atrás, é claro que não poderia ser a frente, um tornado matou centenas de americanos, o que chocou o mundo inteiro, não sei o que pensou ou disse o Osama a respeito de tal tragédia, se fez algum tipo de comemoração e talvez por isto tenha sido morto e sepultado no mar sem honras da mídia. O que penso é o seguinte: O mundo atual em que vivemos, que avança vertiginosamente em tecnologia, porém parece retroceder na mesma velocidade em questões humanitárias. Lembram do velho Oeste, dos cartazes de: “Procura-se vivo ou morto”?

Costumo sonhar com certas coisas e sair contando como se tivessem acontecido, já confessei isto antes, não sei se sonhei ou se realmente é verdade que ainda existem muitas dúvidas sobre os atentados as torres Gêmeas em Nova York, atribuídos a Osama Bin laden e o seu grupo terrorista. Se for mais um dos meus sonhos realistas, por favor desconsiderem este trecho.

Quando teve início a guerra contra o Iraque, e os jornais do mundo inteiro anunciavam o motivo, que Sadan Hussein tinha em seu poder, armas de destruição em massa, e que após o massacre aquele país pela segunda vez, e pelo segundo Bussh a ocupar a Casa Branca, os mesmos jornais depois anunciavam não terem sido encontrada nenhuma arma de destruição em massa naquele país. Escrevi uma crônica, me oferecendo para mostrar que havia sim, e até indicar o local onde poderia ser destruída. A fome imposta pelos embargos da ONU e dos Estados Unidos aquele país após a primeira guerra, que matara mais de quinhentas mil pessoas, principalmente idosos e crianças.

Como não tenho a pretensão de que minhas crônicas sejam lidas por muita gente, ou por gente importante que pudesse levar meu recado a Casa Branca, no máximo que pode ter acontecido é ter parado em algum barraco na periferia, por aqui mesmo é claro.

A fome é a pior arma de destruição em massa, enquanto as outras matam rápido, muitas vezes até sem dor, a fome humilha, enlouquece antes de matar, sem quem a conhece é que pode na realidade falar sobre ela, não aqueles que falam de fome diante de uma mesa farta.

Este país já foi a guerra por motivos até hilários, quem sabe a próxima, não seja contra um país qualquer por ter descoberto um jeito de fazer rodar o vento a toda velocidade e está fazendo isto justamente no país do Tio Sam.

Bem morto Bin Laden, acabou-se a história de atentados. Nem nos meus loucos sonhos, hoje mesmo alguém já assumiu o seu posto, seu dinheiro, que pelo jeito não é pouco, e talvez agora tendo Osama como Mártir, com mais gana de matar. Na verdade, não são os terroristas que devem morrer, mas sim o terror, que nasce contra nações prepotentes, diferentes e que pretendem mandar no mundo, capazes de criar armas com capacidade para destruir a terra, no entanto impotentes para prevenção de um tornado.

Logo tomaremos conhecimento do substituto de Osama, tomara que pelo menos tenha um nome assim tão fácil de escrever, por que alguns além de terroristas são simplesmente sacanas com seus nomes.

Uma nação que se considera tão pura, capaz de querer corrigir os erros do mundo, deveria adotar uma frase que encontrei na Internet que achei o máximo:

“Quando falarem mal de mim, me convidem, sei de coisas horríveis a meu respeito”.

1 comentário:

LunaDIPRIMO disse...

para o bem ou para o mau sao pessoas inteligentissimas a defender seu pais das garras de abutres...bjuuu