Translate

sábado, 9 de março de 2013





Oração do Pedinte.
J. Norinaldo.

Deus, senhor de tudo e de nós, mesmo que não ouça Tua voz, como não posso ver o vento, mas ouço sua voz a todo o momento, fazei-me manso e cordato, que jamais tema o furacão, Senhor estendei-me a   mão e daí-me a fé que preciso, eu não quero o paraíso, pois já me destes e o perdi, desobedeci, não sei se aprendi, mas quero agora aprender. Senhor, imploro-te a humildade do arrependimento, Senhor, concede-me o mais nobre sentimento, para que eu possa dedicá-lo a Ti. Pai dá-me inspiração para que possa compor os mais belos hinos deixai que eu os cante em Teu louvor com uma orquestra de lira; jurei que não preguei o teu filho numa cruz, Senhor, confesso, isto foi mais uma mentira. Senhor daí-me o teu amor que eu já tive e perdi quando Te desobedeci e fui expulso do Éden. Pai dá-me, por favor, a contrição, dá-me Senhor Teu perdão por tanto que já menti, aceita Senhor minha oração, de  quem te pede perdão... Por que só sabe pedir.
Deus, Senhor de tudo e de nós, eu já ouço a Tua voz que vem com a brisa do mar, em cada pingo de chuva, no canto do passarinho, afinal sempre escutei, mas fingia não escutar. Perdoa-me Senhor, depois de tanto fingir, de enganar e mentir, agora peço perdão, pois, Pai é só o que sei fazer... Pedir. 

1 comentário:

Ineifran varão disse...

É sempre um prazer ler seus textos caro poeta e escritor. Saiba que seu fã clube aumenta a cada dia, pela sua capacidade e habilidade em transmitir idéias e conceitos de maneira agradável e segura, aos seus leitores. Um forte abraço.