Translate

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Uma Rosa Um Espinho.
J. Norinaldo.


Colhi uma linda rosa que se abriu pela manhã,
Alegre sai correndo para entregar ao meu amor,
A alegria durou pouco não que a rosa murchasse,
Esqueci que rosas são belas, mas têm espinhos,
E um machucou seu dedo lhe causando alguma dor,
Voltei com a rosa murcha chorando pelo caminho.

Que me adianta ter um jardim cheio de flores,
Se amo sem ser amado não tenho a quem ofertar?
Nem senti que apertava aquela rosa com furor,
Com o sangue da mão ferida escrevi um poema,
Tendo a dor como tema e a falta de um amor...
Que guardarei para sempre levarei por onde for.

Se você tem um amor e não tem rosas pra dar,
Pode vir aqui pegar meu jardim é todo seu.
Deixe apenas algumas rosas para um beija flor beijar,
Quem sabe a consciência de alguém que aprendeu a voar,
Disfarçada em beija flor venha me pedir perdão...
Pela sua ingratidão me fazer tanto chorar.



1 comentário:

gislaina=linhares@hotmail.com disse...

eu gostei de todas são muitos lindas