Translate

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010


Sonhos e Caminhos.
J. Norinaldo.

Quem escolhe os meus sonhos sou eu mesmo,
Assim como os caminhos que tenho que seguir,
A estrada precisa ser por alguém construída,
Se sempre caminhei no caminho que achei feito,
Não importando se muito largo ou muito estreito,
Não tenho direito a reclamar dos sonhos que escolhi.

Quem constrói os caminhos cria sonhos,
Como jardins bem cuidados e floridos,
Retiradas são as pedras e os espinhos,
Para o aceiro os pesadelos são varridos.
Não se faz apenas por fazer caminhos...
Esses levam aos sonhos desconhecidos.

Eu encontrei um belo rio cristalino,
A sua margem fiz este belo caminho,
De cada lado um canteiro bem florido,
Em cada árvore um ninho de passarinho,
Para alguém que caminha solitário,
Escute sempre uma canção de carinho.

É tão belo ver meu caminho percorrido,
E a alegria do abraço no encontro do chegar,
Indo ou voltando não importa dar pra ver,
Que o meu sonho não era só pra caminhar,
E que as flores, não plantei só por prazer...
Fiz o caminho e perfumei para você.




1 comentário:

Elisane disse...

PARABENS AMIGO AMEI TUAS POESIAS,ELAS ME FAZEM UM BEM QUE VC NÃO IMAGINA. OBRIGADO POR FAZER PARTE DA MINHA VIDA...