Translate

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009


Na Vidraça.
J. Norinaldo.


Se a nuvem trás com o vento a chuva fria,
Se junto vem a nostalgia de um momento,
A chuva chove, o vento sopra depois passa,
A nostalgia pode evaporar-se ao vento...
Como a chuva que é barrada na vidraça.

A chuva, o vento a solidão a noite fria,
A cama vazia e o peito cheio de dor,
E a saudade como um doce acalanto,
Na esperança que canta lá fora o vento,
Que tenta em vão acalmar o triste pranto.

Se a chuva trouxe a nostalgia de outro canto,
Deixou o vazio que o vento frio não trouxe,
A chuva volta, o vento sopra o tempo passa,
Na cama fria rola a lágrima mais dorida...
De quem passa a chuva vendo a vida na vidraça.

1 comentário:

Usuale disse...

Oi! Tem um site muito bacana que possui mais de 50.000 acessos ao dia e fazem parceria com blogs/sites, vale a pena! Eu já fiz o meu!Só lembrando que você tem que como se trata de uma parceria você tem que colocar o selo deles também no seu blog/site também que você pode pegá lo no mesmo link abaixo!Senão você não receberá acessos!

Aí vai o link: http://www.guiademulher.com.br/enviar_blog.php

Feliz Natal!